Baby is coming – enxoval no exterior!

Quando um casal decide ter um filho, eles nem imaginam o quanto sua vida irá muda para sempre. O teste de gravidez dá positivo, e ai que vem a seguir é uma explosão de sentimentos e preocupações. Sem dúvidas este é um momento delicado, cheio mudanças, mas também um momento importante e único: o começo de uma nova jornada.

O que ninguém pode negar é a felicidade e empolgação com a chegada de uma nova “pessoinha” na vida do casal, da família e dos amigos. E com as descobertas diárias de como ser pai e mãe, vem a maratona de nove meses de preparativos:  reformar o segundo quarto da casa, que antes era um escritório, comprar berço, carrinho, roupinhas, brinquedos, fraldas, mamadeiras, pomada… E,  neste momento, você se dá conta de que esta parece ser uma tarefa interminável.

Antes o que era apenas uma moda entre os famosos, mas hoje se tornou um hábito comum entre muitos casais: a “babymoon”, que é um momento para o casa fazer uma viagem romântica antes do bebê nascer e celebrar este novo momento de vida – e, não é exatamente uma regra, mas alguns ainda separam um tempinho para umas comprinhas.

Há opções de hotéis e resorts que oferecem pacotes especiais de “babymoon”, com opções super personalizadas, com massagens, terapias relaxantes, cardápio diferenciado, tudo isto e muito mais com uma atmosfera apaixonante para o casal.

Já outros casais viajam com o objetivo de finalizar a tarefa “compras para a gravidez e para o bebê”, e aproveitam para separar alguns dias para passear, relaxar e namorar.

Se está grávida ou tem alguém da família ou amiga que será uma futura mamãe, não esqueça de compartilhar este post com ela. Aqui vão algumas dicas para quem quer ir as compras:

– Primeiramente, é necessário conversar com seu médico e ele conceder a autorização e todas as orientações necessárias para a sua saúde e segurança – algumas companhias áreas podem exigir um atestado como requisito . Normalmente um período recomendado para viagens é o segundo trimestre (entre o 4º eo 6º mês de gestação), pois já passou a fase de formação, os mal estares iniciais e a barriga ainda não está muito grande.

– Defina um orçamento e vá guardando uma quantia por mês antes da viagem. Se optar por fazer compras no cartão de crédito, não se esqueça de calcular a cotação e o IOF. Em espécie o IOF é menor, mas lembre-se que nos Estados Unidos não há desconto para pagamento em dinheiro e pode ser arriscado viajar com muita grana no bolso. Outra opção é carregar o Travel Money, que funciona como um cartão de débito e, se precisar, você pode carregar pela internet com mais algum valor. É importante avaliar qual é a melhor maneira para você!

Vale a pena ressaltar é que cada estado americano tem uma taxa de imposto do produto, que não está embutido no valor da etiqueta, e será inserido na hora do pagamento no caixa.

– Faça uma pesquisa sobre os produtos que deseja comprar, organize uma lista. Isto com certeza irá facilitar seu cronograma e roteiro de compras. Também vai evitar que você compre coisas sem necessidade. É, claro que você vai se deparar com novidades e coisas que você nem tinha pensado, aproveite as exclusividades mas tenha bom senso ;).

– Alguns itens você pode adquirir pela internet em sites como a Amazon e solicitar a entrega em seu hotel, é uma ótima maneira de otimizar tempo. Mas veja tudo com calma, e adicione tudo que você deseje de uma só vez, assim paga apenas um frete.

-Junte cupons promocionais para as compras nas lojas físicas, em muitas lojas os itens promocionais ficam mais ao fundo ou nos subsolos, não tenha pressa e poderá economizar.

– Como é uma viagem com objetivo central de compras, leve apenas o necessário, tenha em mente que na volta você vai encher estas malas com os itens que comprou. Uma boa é levar uma mala grande e comprar uma outra lá mesmo, já que você poderá achar boas opções com preços justos. Não se esqueça que cada pessoa pode trazer até duas malas com 32 kg cada, passando disto deverá pagar excesso de bagagem.

– É recomendado declarar os itens do enxoval do bebê que passam dos 500 dólares permitidos por pessoa, já que não são considerados como “uso pessoal”, pois o bebê ainda não nasceu. Contudo, muitas pessoas e especialistas no assunto dizem que ainda assim é vantajoso fazer as compras no exterior.

– Há assessorias especializadas que auxiliam as mamães indicando as melhores lojas e produtos, além de orientar a quantidade necessária do que você deve comprar de acordo com seu objetivo e orçamento.

– Os locais mais badalados para compras são Miami, Orlando e Nova York. Algumas pessoas também tem optado por fazer compras na Europa, Argentina ou Paraguai. Seja lá qual for o destino escolhido, é muito importante dominar idiomas, assim você poderá compreender para que serve cada produto, poderá perguntar, tirar suas dúvidas e aproveitar os dias de folga como deve ser!

Se está precisando retomar as aulas de idiomas, entre em contato com a Advance!

 

0 respostas

Deixe uma resposta


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *